Perola's aos porcos!

Your awesome Tagline

0 notes

A busca frenética pelo dinheiro e sucesso.

Hoje eu trabalhei praticamente 16h. Bom ou ruim?
Pra mim é um grande prazer trabalhar, eu amo isso, me sinto útil na sociedade, sinto que faço alguma coisa por algo maior, aprendo e coloco em prática. Esse aprendizado constante é o grande combustível para te manter no caminho.

Agora são 1h28 da manha de uma terça feira e eu perdi o sono pensando um pouco sobre a vida e qual é o propósito dela.

Qual é a conclusão que eu cheguei?  NENHUMA!

Mas pensei em algumas possibilidades. Tudo depende do ponto de vista e aonde você realmente quer chegar.

Lá vamos nós para algumas perguntas:
Oque você quer da sua vida?
O que mais importa para você?
Aonde você quer chegar?
Você realmente precisa desse dinheiro?
Você quer fazer parte de uma historia?
E sua saúde, como está?
Anda se alimentando direito?
Você da à atenção que sua família merece?
E que sua companheira (o) merece?
Você tem saído para namorar?
Qual foi a última vez que fez algo que nunca tinha feito antes?
Está feliz do jeito que está?
E por último e não menos importante… Qual é realmente o proposito da SUA vida?

Passamos a maior parte de nossas vidas correndo atrás do dinheiro, do conforto e sucesso. Dalai Lama falou algo que resume um pouco isso:
“Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro esquecem do presente de forma que acabam por não viver nem no presente nem no futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… e morrem como se nunca tivessem vivido.”

Quão importante é planejar o futuro? Eu não tenho duvida que isso é uma das coisas mais importantes, pois é lá que vamos estar amanha e precisamos estar preparados para o amanha e logicamente queremos que o amanha seja melhor do que o hoje. Mas quanto tempo passamos planejando o futuro quando daqui um segundo já o futuro e nada fizemos para mudar o próximos segundos e minutos? Ou será que o futuro para nós é só o ano que vem ou  5 anos pra frente? Se pensarmos dessa forma, não passamos de grandes imbecis.

Não há duvidas que planejar o futuro seja importante. Planejar filhos, casamento, a compra do seu imóvel, a formatura de quatro árduos anos de estudo, planejar seu futuro profissional, pessoal e projetos de vida.
Certa vez um líder de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias disse (nas palavras do autor): Se chegarmos a uma idade avançada e descobrirmos que não atingimos nossas metas teremos perdido anos de vida, pois nada alcançamos do que desejávamos.

Metas e planos são importantes? Sim, fato!

Mas será que estamos nos divertindo ou só esperamos a felicidade da realização dessa meta?

Meu medo é só planejar demais um futuro feliz quando no presente não estamos tão contentes assim ou deixamos nossos sonhos pequenos por maiores. Não podemos abraçar o mundo e nem realizar todos nossos desejos e planos. Apenas faça o que realmente é o mais importante para você. Se existem planos bons, existem planos melhores.

Você é alegre e feliz no seu dia a dia?
O que eu quero dizer com tudo isso?
Se você quer apenas ganhar dinheiro, trabalhe como se não houvesse amanhã, esqueça-se de sua saúde, amigos, família e cachorro.
Se você quiser ser feliz, faça o que você ama e não se preocupe com dinheiro.

Você nunca será plenamente feliz e satisfeito, conviva com isso e batalhe para alcançar as pequenas metas da vida, pois são elas que nos dão motivo de continuar.

E mais… Lute por algo maior do que o dinheiro, lute pelos seus sonhos, lute pelo que você realmente quer e precisa para ser feliz nessa vida.
Não se esqueça de viver e ter novas e boas experiências, porque no final dessa vida não levaremos nada, a não ser nosso conhecimento e experiências.

“Criem metas inspiradoras, nobres e justas que inflamem sua imaginação e suscitem entusiasmo em seu coração e, depois, não tirem os olhos delas. Trabalhem continuamente para alcançá-las.” - Joseph B. Wirthlin - Do Quórum dos Doze Apóstolos

Corra atrás dos seus sonhos e não desista nunca. Acredite e não deixe que os outros digam que você não pode. Você pode!
Como diria minha falecida mãe: quem quer faz, quem não quer inventa uma desculpa.

A única pessoa que pode dizer que você não pode é você mesmo!

VOCÊ PODE!

0 notes

Quando eu era criança…

Quando eu era criança minha mãe sempre me chamou para comer em família, quando ela estava reunida. Não importava onde eu estivesse eu sempre precisava estar na mesa na hora do almoço ou janta.

Lembro de chegar da escola e ter reunidos na mesa minha mãe e irmãos (meu pai sempre estava trabalhando na hora do almoço), todas as refeições tinham como resultado conversas, risadas e muitas, mas muitas brigas.

Na janta meu pai sempre estava presente e perguntava como tinha sido o dia, se tínhamos ido para a escola e se tínhamos feito as lições de casa, sempre sobrava uma bronca quando não fazíamos as coisas como deveríamos.

Pois bem, o tempo passou, eu cresci, a família se dividiu e todos esses momentos em família ficaram na memória e por muito tempo pensei que isso era um problema exclusivamente meu, não ter a família à mesa.

Ao analisar a realidade de muitas famílias de hoje, percebo que as pessoas não têm mais tempo para a família, a família tem ficado sempre em segundo lugar quando em primeiro vem os estudo, trabalho e amigos.

Lembre do dia mais feliz da sua vida! Você vai pensar naquela festa? No dia que você ficou madrugando com os amigos? Quando passou a tarde com a gatinha no parque? Um ano novo com os melhores amigos na praia?
Com certeza são todas boas lembranças, mas pense mais a fundo. Pense na sua infância, pense em uma felicidade real e não de momento, pense quantos desses amigos dos dias mais legais estão ao seu lado agora.
Eu não consigo lembrar de ocasiões mais felizes do que as que tive ao lado da minha família, pais, irmãos, tios, primos e avos. Os natais em família, os churrascos ao sábados e a tardes de papo aos domingos na casa da vó. São eles que sempre vão estar ao seu lado independentemente de qualquer coisa. E as pessoas simplesmente estão deixando esses momentos de lado para ficar com a internet, com seus fones de ouvido, seus smartphones, TVs a cabo ou na busca frenética pelo dinheiro e estudo.
A vida é mais que isso, pois quando ficarmos velhos nada de nossa riqueza vai importar e sim nossas famílias e nossas recordações.

Portanto cuidado com o que deseja para sua vida. Não mude seus valores.